Preliminares no pauzudo sofá

Eu acabara de acordar e logo fui tomar banho, enquanto estava no banho uma amiga me grita e me chama para ir a casa de uma amiga dela. Ela me disse que tinha um boy interessado em mim e que se eu quisesse ele iria me buscar, todos tínhamos feito o teste de covid, eles por serem enfermeiro e eu por ter contato com minha prima que estava com COVID. Sem ver problema nenhum eu disse que iria, confiei no bom gosto dela. Quando o boy chega fomos apresentados, e eu gostei (não muito, mas falei pra mim mesmo que pegaria). Chegando lá na casa da amiga de Lu(*) começamos a beber e conversar. Lu por estar de ressaca foi se deitar no quarto da amiga dela, Cássia(*) e ficou apenas eu, o boy e a irma de Cássia.
Após ficar um tempo sentados na mesa o boy deu a ideia de irmos para sala para assistir melhor a live. Sentamos no só e a irmã de Cássia sentou no chão, após um pouco de conversa ela ficou ao lado do sofá praticamente de costas pra nós devido estar com o celular no carregador. Felipe (*) pegou a cerveja e colocou nas costas dela e ela nem se importou, ai eu fui colocar a mão na cerveja para ver se estava gelada, Felipe fez um movimento com a minha mão para tocar no pau dele. Eu sorri com um jeito de quem tinha ficado constrangido, mas eu gostei.
Curtindo um pauzudo no sofá
Ficamos um tempinho só se acariciando as mãos e ele sempre colocava a minha mão no pau dele, após um tempo eu soprei no ouvido dele e segurei a mão dele, chupei o dedo dele olhando para ele e ele ficou com cara de orgasmo haha. Eu olhava de baixo pra cima com cara de safado, ele suspirava e isso tudo com medo das garotas saírem do quarto ou a outra virar.
Eu coloquei minha mão por dentro do short dele, um short fino como se fosse de malhar, coloquei a mão passando pelas pernas até o pau, chegando no pau eu comecei a masturbar ele e fiquei encantado com o tamanho daquela obra de arte, eu estava ansioso para ver tinta saindo do pincel, ai ele se assustou e tirou minha mão, mas não foi nada.
Após algum tempo Lu saiu do quarto e enquanto Felipe estava no banheiro ela me perguntou se eu tinha gostado, eu respondi que já tínhamos nos beijado e ela ficou abismada (imagina se ela imaginasse tudo que tinha acontecido) e após alguns minutos Felipe retorna, e me abraça, eu pensei “safado e carinhoso, já quero!”
Após ela sair começamos a nos beijar e ela volta no mesmo instante e fala “olha pra isso” e começa a rir, a irmã dela diz “estão apenas se abraçando”, eu dei um sorriso e Felipe também. Voltamos a nos tocarmos e muitos beijos depois ele me pergunta “quer ela pra você?” E eu sei graça não conseguia responder, ele perguntou novamente e eu respondi: – nossa como você é safado.
Ele perguntou o motivo e eu dei de ombros, ai ele me perguntou novamente e eu disse que queria sim, ele perguntou se eu aguentava e eu disse que não sabia (mas claro que eu iria aguentar, eu nunca peço pra parar, vou até o fim. Eu sou competitivo haha), ele falou: Só a metade (que você aguenta), né? E eu dei de ombros, logo após falei: quero ela na minha boca, ele muito surpreso disse quer agora ou depois? E eu disse que queria naquele exato momento, então ele disse para eu colocar.
Eu estava muito seguro de que iria fazer aquele com o risco de ser pego, mas ele disse que duvidava e que eu não teria coragem, eu perguntei se ele dúvida e ele continuou duvidando. Então eu coloquei o pau dele pra fora e ele sem acreditar ficou admirando eu dando meu nome delicioso pau, creio que o pau tinha 20 cm. E ele suspirava e eu fazia movimentos com a língua, sugava como quem quer sentir o néctar e senti a baba do pau. E então eu parei pois ele quase não estava mais aguentado e então ele me beijou com força segurou meus cabelos castanhos que estavam cortados em estilo degradê e puxou, eu não gosto disso, mas com ele eu senti tesão. Eu já estava louco para ficar no pra ele e ver aquele corpo todo nu pra mim, fazia tempos que não ficava com ninguém que tivesse aquela pegada.
Essa história não acaba aqui! Se vocês gostarem eu conto a parte 2 (a melhor parte).
(*) Todos os nomes são fictícios para preservar as identidades.

Compartilhamento Social

Related Post

corno na praiamagrela analcasa dos contcomendo sogra e cunhadacomendo a cdzinhacuzinho de presenteme da seu cuzinhocasal transa com travestipau de 20cmconto erotico para mulheresconto erotico infanciaconto erótico de cornoler contos eróticostraveco safadaporno gay antigocomi a esposa do meu amigocontos eróticos filhotravesti e casalfoto de sexo a 3xvideos.com favelasuruba com novinha na favelaporno amiga da minha mulhergostosa no taximulheres nuas lésbicascomo comer o cu da mulhercontos eroticos romanticosprimeiro boquetesexo contos eróticosquadrinhos wroticostransei com a minha primaconto erótico grávidaminha esposa chupando outroprincesa safadatextos eróticoscontos eroticos gays gratishentai sexo forçadoxvideos travesti novinhacontos em quadrinhos pornoporno corno realpeitos grandes hentaicontos calcinhacontos eróticos fio terramarido da o cuminha amiga chupou minha bucetacontos eroticos nudismocontos gay veridicossexo a tres com duas mulherescontos eróticos lésbicasbacanal sexosexo com o chefequadrinhos eroticos gratisontos eroticoscontos corno mansovem chupar minha bucetame apaixonei por um gayconto erotico minha esposafilmes de contos eróticosconto erotico gay com fotoboas transastransas reaisporno estupro novinhagay enfiando coisas no cubaba safadacontos gay fotoscontos eroticodcontos eroticos picantesperdi uma amigaputaria com a esposaincesto irma e irmaocontos de sexo gratiscontoseróticoscom fotossex pesadocanto eróticohomem picudopegando a mulher do amigotiazona gostosasexo a tres caseiroinversao contosquadrinhos eróticos travesticontos de amor e sexogang bang esposaconto erotico papaiconto erotico abusockntos eroticosconto eróticafamiia sacanadesejo de cornocontos de sexo analconto erotico de cornolesbica gostosas